CRONICA 2

Este vinho é a 2ª etapa das Cronicas que vêm da Vidigueira. Antão Vaz, Arinto e Alvarinho a temperar, fazem este branco de 2017, fresco, guloso, com a intensidade certa para um encanto imediato. Para mim este registo é completamente feliz. Sou um incondicional da descoberta do bem, do lado bom num conjunto complexo, que muitas vezes começa difícil e anguloso. Mas aqui não há nada disso! É só um vinho deliciosamente óbvio! Superficialmente essencial…

Como escreve Álvaro de Campos:

Ver as cousas até ao fundo…
E se as cousas não tiverem fundo

Ah, que bela a superfície!
Talvez a superfície seja a essência
E o mais que a superfície seja o mais que tudo
E o mais que tudo não é nada
...

Nos seus 12,5º, esta Cronica 2 é uma companhia perfeita para qualquer entrada ou prato de marisco e peixe, mas pode ser protagonista principal, sem comida, enquanto espera pelo almoço ou jantar, ou simplesmente se diverte com os amigos num bar ou esplanada!

Divirtam-se!

Versão em pdf

daniel@cronica.pt